O lado positivo do Distanciamento “Social”

O termo “viral” adquiriu um significado totalmente novo de uns tempos para cá. Com metade da população mundial isolada em casa, as pessoas estão, mais do que nunca, se voltando à internet à procura de uma comunidade. Durante as últimas semanas, um influxo de energia criativa surgiu em plataformas digitais no mundo todo, reunindo pessoas de maneiras inéditas.

Direto ao ponto

O exemplo do TikTok. O aplicativo de compartilhamento de vídeos curtos com mais de 500 milhões de usuários não apenas emergiu como um proeminente player das mídias sociais, mas surpreendentemente se transformou em uma ferramenta útil para os governos no combate à COVID-19. Em fevereiro, por exemplo, depois que o Ministro da Saúde do Vietnã publicou um vídeo musical no YouTube para ensinar as pessoas sobre o vírus, um popular dançarino e influenciador rapidamente o adaptou, fazendo um tutorial sobre como lavar as mãos. O vídeo viralizou com a hashtag #GhenCovyChallenge e provocou uma série de desafios sobre lavar as mãos corretamente.

citation_0
dw_herobanner_lucy_72dpi_2_800px

Da mesma forma, a marca de produtos de limpeza Dettol lançou o seu próprio desafio TikTok com influenciadores na Índia, onde o aplicativo conta com cerca de 81 milhões de usuários ativos mensais. A campanha #HandWashChallenge rapidamente se tornou um sucesso, conquistando o recorde de 67 bilhões de visualizações —18 bilhões das quais aconteceram em uma única semana. Enquanto isso, no dia 16 de maio, o TikTok anunciou uma parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS) para uma transmissão ao vivo em sua página oficial. Até agora, a hashtag da campanha da organização, #SafeHands, já atingiu a fenomenal marca de 4 bilhões de visualizações e o número não para de subir.

O sucesso dessas campanhas mostra que, em tempos de crise global, a criatividade das mídias sociais costuma provocar melhores resultados em comparação aos canais tradicionais de comunicação. Isso em grande parte se deve à própria natureza das circunstâncias atuais, já que o distanciamento social está fazendo com que as pessoas se voltem às mídias sociais em busca de vínculos humanos.

Dis-dança-mento social

Um exemplo perfeito disso são as baladas, agora transmitidas por lives no Instagram. Essas festas virtuais começaram no dia 17 de março quando o DJ D-Nice apareceu no Instagram para tocar para um pequeno grupo de amigos, usando um equipamento simples enquanto fazia a transmissão ao vivo da própria cozinha. Se na primeira noite apenas duzentas pessoas foram “alcançadas”, no dia seguinte duas mil participaram, seguidas por doze e depois por vinte e cinco mil. Três dias depois, mais de cem mil pessoas — incluindo Drake, Jennifer Lopez e a ex-primeira dama dos Estados Unidos, Michelle Obama — estavam cantando juntas no #ClubQuarantine.

citation_0

De fato, “Club Quarantine” agora é um destino on-line, no qual usuários podem dançar com algumas das pessoas mais famosas do mundo — uma situação improvável fora do ambiente virtual. Curiosamente, embora a live do Instagram não seja um recurso novo, sua popularidade aumentou muito recentemente, à medida que as pessoas redescobrem formas de se conectarem ao mundo que conheciam.

Sinal de um crescimento dos conteúdos criativos, maior positividade e do sentimento de comunidade que desafia limites — tornando as mídias sociais mais essenciais do que nunca para a sobrevivência de qualquer marca. E quando se trata de alcançar impacto máximo e maior número de conexões virtuais, a equipe de consultoria digital do Grupo Datawords é líder na área, orientando empresas ao redor do mundo a definir os principais pontos de contato em sua comunicação global.

Porque com gentileza e boas vibrações em ascensão, o único sentido a seguir é para cima. #InThisTogether

Entre em contato com o nosso time para mais informações ou para um orçamento

Assine nossa newsletter

Mantenha-se atualizado sobre as últimas informações digitais, tecnológicas e culturais!

Share This